nome.png
Mosaico 01.png
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Futebol na Bahia ganha novas Árbitras

Atualizado: 9 de Dez de 2019

A primeira turma do curso feminino de formação para Arbitragem e Capacitação para Novas Regras do Futebol, foi encerrada com sucesso. A cerimônia de certificação realizada na última sexta-feira, 6, no Sindicato Bancário da Bahia, às 19h, reuniu professores, alunos, familiares, além presença de Augusto Vasconcelos, Presidente Sindicado do Bancários, Ayana Simões, jornalista e apresentadora do programa Cartão Verde Bahia (TVE) e Juliana Camões, Presidente da Comissão de Esporte da OAB.




Foto: Mosaico Esportivo


A turma de arbitragem composta apenas por mulheres foi iniciativa de Francisco Neto, 40, Presidente da Associação de Árbitros da Bahia (AEBA) e teve apoio de muitas pessoas durante o processo, entre elas Rosana Vigas a primeira Árbitra a apitar jogos profissionais na Bahia e Paulo Viana, radialista esportivo, Árbitro e Vice-presidente da AEBA, que também ministraram aulas no curso.



"É importante fazer o enquadramento das mulheres no futebol porque fortalece a arbitragem feminina no estado da Bahia, além de ser um trabalho muito gratificante", relatou Francisco.


Com duração de três meses, o curso formou quatorze árbitras, entre elas muitas mães de família que venceram o preconceito e as dificuldades até a conclusão. Elas estão aptas a exercerem sua função em todos os campeonatos amadores que utilizam as regras de futebol de campo. Para Naiara Aguilera, 29, recém formada em arbitragem e professora de Educação Física o curso não teve o objetivo apenas de capacitar nos conhecimentos práticos e teóricos, veio como contribuição social. “Permitiu que as mulheres façam parte de um espaço que a força masculina é maior, foi mais um ato político”, completou.




Foto: Poliana Lima



Fico feliz e satisfeita por ter mais mulheres no futebol, desejo que elas tenham forças para os enfrentamentos diários que irão surgir. Diante da nossa união é possível ver que a realidade está mudando” reforça Juliana Camões, Presidente da Comissão de Esporte da OAB-BA e Auditora da Comissão Feminina da STJD.


Foto: Poliana Lima

0 comentário